Marcas que mudaram de nome ao longo do tempo

Diversos motivos fazem com que marcas consagradas precisem mudar seu nome e buscar um reposicionamento no mercado. Contestação por uso indevido, compras e fusões de empresas são os principais deles.

Apesar de perigosa, essa mudança às vezes é a mais viável, principalmente quando ocorre atuação internacional e é preciso unificá-las ao redor do mundo.

Financeiramente, a globalização das marcas também é uma alternativa melhor, visto que diminuem os gastos com a publicidade e gestão da marca.

Nesse artigo, vamos mostrar alguns exemplos de marcas que mudaram de nome, pelos mais variados motivos, mas que continuaram fazendo sucesso.

Confira!

Kolynos

O antigo creme dental passou a se chamar Sorriso em 1997. A mudança ocorreu por determinação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), após a Kolynos ser comprada pela Colgate-Palmolive.

Kri

O chocolate Kri, da Nestlé, tornou-se Crunch em 1992, para unificar-se com o nome adotado no exterior.

Pictaboo

Durante muito tempo, o famoso Snapchat chamava-se Pictaboo. Isso até seus criadores receberem uma notificação de que a marca já era utilizada e registrada por uma empresa do ramo fotográfico.

Brad’s Drink

O refrigerante de cola chamava-se assim em homenagem ao seu fundador, Caleb Bradham. Após cinco anos, ele decidiu chama-lo de Pepsi, pois acreditava que ela era saudável e auxiliava na digestão.

Vale do Rio Doce

Em 2007, a mineradora brasileira resolveu reforçar a ideia de empresa global e adotou um nome que facilita a compreensão fora do país, passando a chamar-se apenas Vale.

Reposicionamento da marca

Como pudemos ver, esses são alguns exemplos de marcas que foram obrigadas a fazer o reposicionamento no mercado. Apesar de parecer simples, a mudança não envolve apenas o nome e logotipo, mas tudo que engloba a criação de um novo negócio. É preciso ter cuidado para não perder a essência, mesmo que a ideia não seja permanecer conectado à antiga marca.

Portanto, para que a marca possa se consolidar positivamente no mercado é preciso muito planejamento e estratégias bem definidas, afinal é um passo muito perigoso a ser dado.

Vale lembrar que, além de uma boa empresa que preste assessoria em marketing, é necessário estar atento ao registro da marca. É somente ele que irá garantir que ela esteja protegida por lei para o uso do seu titular. Fazer todo o investimento em reposicionamento sem se preocupar em registrar junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial – INPI, é um erro fatal.

A Direção Marcas e Patentes está há mais de 18 anos prestando consultoria completa e especializada em registro de marcas e patentes. Fale com um de nossos consultores e saiba mais! Ligue 0800 728 7707.


11 de outubro de 2019|Registro de Marca|