Número de empreendedores cresce e ultrapassa os 9 milhões no Brasil

empreendedores no Brasil

Empreender não é tarefa fácil. Apesar disso, a crise econômica dos últimos cinco anos foi um dos fatores desencadeantes que aumentou o número de empreendedores no Brasil, em 2019.

Segundo dados do Portal do Empreendedor, do governo federal, a quantidade de microempreendedores individuais cresceu mais de um milhão, ultrapassando a marca de 9 milhões de brasileiros nessa modalidade.

O motivo da escolha por esse regime, o Microempreendedor Individual (MEI), são os baixos custos e facilidade para formalização de pequenos negócios e trabalhadores autônomos.

O que é e quais os benefícios do MEI

O MEI é um regime tributário criado para facilitar a formalização de pequenos empreendimentos. Ele dá direito a um CNPJ, permite a emissão de notas fiscais, acesso a compras mais baratas, acesso a crédito mais barato, entre outros benefícios.

A mensalidade do registro fica em torno de R$ 49,90, podendo variar um pouco dependendo do ramo de atividade. Uma das regras para se enquadrar no MEI é ter lucro máximo mensal de 6,7 mil reais, além de ter no máximo um funcionário.

Além disso, ao fazer o cadastro como MEI, o empresário automaticamente se enquadra na Simples Nacional, que possui tributação simplificada. Pagando a mensalidade em dia, também terá direito à aposentaria por idade ou invalidez e benefícios como auxílio-doença e salário-maternidade.

Confira aqui se sua empresa se enquadra em algum dos segmentos.

Criação da marca

Um dos passos principais dado pelo empreendedor é a criação da sua própria marca. A marca vai representar o produto ou serviço prestado pela empresa, por isso, precisa ser muito bem pensada e elaborada.

Além disso, ela irá transmitir os valores que a empresa pretende passar aos seus clientes, como credibilidade, tradição, confiança, entre outros. Dessa forma, ela será lembrada e terá destaque entre as demais.

Levando em conta esses fatores, o custo para a criação de uma marca pode ser alto, o que reforça a importância da realização do registro dela junto ao órgão federal.

Registrar a marca

Para que a marca dos empreendedores no Brasil esteja resguardada e não sofra com a concorrência desleal ou cópias desautorizadas, é primordial fazer o seu registro junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial – INPI.

Este registro, diferente dos registros nas juntas comerciais e cartórios, garante proteção jurídica legal ao seu titular pelo período de dez anos, podendo ser renovado.

Pode parecer fácil, mas o processo da solicitação de registro necessita de atenção a vários detalhes solicitados pelo órgão governamental, para garantir o êxito do registro da marca. Por isso, a Direção Marcas e Patentes oferece consultoria completa e especializada, com total sigilo e agilidade.

Está empreendendo e ainda não fez o registro? Entre em contato com um de nossos consultores e dê início ao seu processo o quanto antes!

Ligue: 0800 728 7707

Por Leila Moreti

Jornalista e redatora de conteúdo na Direção Marcas e Patentes


10 de outubro de 2019|Registro de Marca|